Home / Agronegócios / Cerca de 250 pessoas participam do 2º Encontro sobre tendências agroclimáticas em Palmas

Cerca de 250 pessoas participam do 2º Encontro sobre tendências agroclimáticas em Palmas

Imprimir  

Enviar notícia





Enviar para um Amigo



02 de setembreo de 2016 – Por Eliane Tenório / Governo do Tocantins

O II Encontro para Discussão e Apresentação das Tendências Agroclimáticas contou com a participação de cerca de 250 pessoas, entre representantes de instituições governamentais e privadas – Manoel Junior / Governo do Tocantins

O 2º Encontro para Discussão e Apresentação das Tendências Agroclimáticas contou com a participação de cerca de 250 pessoas, entre representantes de instituições governamentais e privadas, além de estudantes e agropecuaristas. O evento aconteceu nesta quinta-feira, 1º de setembro, no auditório da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), em Palmas, e é uma realização da Secretaria de Estado do Desenvolvimento da Agricultura e Pecuária (Seagro) e da Embrapa. A programação, que contou com palestras e reunião técnica entre os participantes, encerrou às 17 horas.

A superintendente de Planejamento e Políticas para a Agropecuária da Seagro, Arlete Mascarenhas, representando o secretário Clemente Barros, disse que o evento trouxe palestrantes de alto nível para discutir as tendências agroclimáticas do Estado. “O objetivo é traçar políticas públicas, com vistas a minimizar possíveis perdas, devido a mudanças climáticas, no setor produtivo do Tocantins”, afirmou.

Arlete Mascarenhas informou que as mudanças climáticas são uma preocupação do Governo do Estado, por isso vem ampliando a rede meteorológica no Tocantins. “Nestes dois anos, já instalamos mais oito estações, completando 24 unidades, sempre com o objetivo de apoiar os produtores rurais nas tomadas decisões”, destacou.

Aquecimento Global

Na programação da manhã, o pesquisador da Embrapa Informática Agropecuária (Campinas-SP), Eduardo Assad, falou sobre os Cenários futuros do aquecimento global na região Centro-Oeste: propostas de mitigação e adaptação.

Durante a palestra, foram abordados temas como a vulnerabilidade, desafios, oportunidades, propostas de mitigação e adaptação para a região. Eduardo Assad explicou de que forma a meteorologia pode ajudar os produtores rurais para que acompanhem informações nos sites, quais os sites disponíveis, o que é matriz de risco e quanto o produtor deixa de perder seguindo a matriz de risco, entre outros. “A vulnerabilidade é alta, mas se fizermos da forma correta é possível reduzir perdas e superar a seca. As perspectivas são as melhores possíveis e, se fizermos direito, todo o crescimento da agricultura no Brasil vai acontecer aqui”, afirmou.

Condições Meteorológicas

O palestrante Gustavo Escobar, pesquisador do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), em sua palestra Condições meteorológicas associadas com a seca no Norte do Brasil durante a estação chuvosa de 2015/2016, falou sobre a importância da meteorologia na previsão dos fenômenos climáticos, de como pode contribuir e quais as limitações. O pesquisador destacou ainda que a região central do Brasil é de difícil previsão por seu clima tropical, de alta complexidade, com um sistema de meteorologia que varia, principalmente, durante a estação chuvosa.

Os outros dois temas discutidos foram: Impacto das condições meteorológicas sobre a produção de grãos no estado do Tocantins na safra 2015/2016, com o pesquisador da Embrapa Soja (Londrina-PR) Leonardo Campos; e a Rede de Monitoramento Meteorológico, ministrado por Edmundo Wallace Monteiro Luca, do Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet). Edmundo citou que, no Tocantins, já são 18 estações meteorológicas automáticas, mais seis convencionais, que servem para gerar dados para pesquisa e apoio à agricultura no Estado.

Edmundo Wallace Monteiro Luca citou também que há plataformas de apoio como o Sistema de decisões, suporte à agricultura e previsões semestrais sazonais de temperatura e chuvas apoiando os agricultores para o plantio e nas tomadas de decisões, no sentido de fomentar a agricultura no Tocantins.

Fonte: Cerca de 250 pessoas participam do 2º Encontro sobre tendências agroclimáticas em Palmas – Notícias – Secretaria da Comunicação Social

Veja Também

Plano Agro + garante menos burocracia ao Agronegócio

Compartilhar no Whatsapp25 de agosto de 2016 – Jaciara França / Governo do Tocantins O ...